O que são alimentos funcionais e como influenciam na nossa saúde?

Conheça os principais nutrientes que devem ser incluídos em uma alimentação funcional
Toda alimentação saudável é fonte de nutrientes que contribuem para a saúde. Se você mantém uma dieta balanceada, certamente está ingerindo todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo. Mas existe um tipo de alimentação que contribui ainda mais para a saúde e ajuda a prevenir e até combater algumas doenças. Chamado de alimentação funcional, esse tipo de dieta deve ser planejada individualmente – já que cada pessoa tem necessidades diferentes – e inclui alimentos ricos em substâncias que auxiliam nas principais funções do corpo e fortalecem o sistema imunológico.

Quais são os principais nutrientes de alimentos funcionais?

1 – Betacaroteno: esse carotenóide é um poderoso antioxidante que atua na prevenção de alguns tipos de câncer e doenças cardiovasculares. Também é fonte de vitamina A, já que o nosso organismo converte o nutriente nessa vitamina. Está presente na cenoura, abóbora, damasco, manga, e é responsável pela cor amarelada e alaranjada desses alimentos. 2 – Flavonoides: são compostos polifenólicos que têm efeito antioxidante e anti-inflamatório. Eles também diminuem o risco de câncer e de doenças cardiovasculares, devido à ação vasodilatadora. Pode ser encontrado no suco integral de uva, vinho tinto, cereja, maçã, groselha, tomate e hortaliças. 3 – Isoflavonas: devido à semelhança desse composto com o estrogênio, ele é considerado um fitoestrógeno. Isso faz com que seja muito eficiente no combate aos sintomas da menopausa, além de contribuir para a redução dos níveis de colesterol no sangue e prevenir doenças cardiovasculares. É encontrado na soja, linhaça e broto de alfafa. 4 – Licopeno: assim como o betacaroteno, é um carotenoide com forte poder antioxidante. Ele atua no combate a alguns tipos de câncer, especialmente o de próstata. Também auxilia no controle dos níveis de colesterol no sangue. Está presente no tomate, pimentão vermelho, goiaba, melancia e beterraba, e é responsável pelo tom avermelhado. 5 – Ácidos Graxos: são as chamadas gorduras boas – como os ômegas 3 e 6 – e são responsáveis pela boa formação cerebral, além de controlar os níveis de colesterol no sangue e ter ação anti-inflamatória. São encontrados em peixes, frutos do mar e oleaginosas. 6 – Prebióticos: são carboidratos não digeríveis pelo corpo e têm ação semelhante às fibras alimentares, auxiliando no bom funcionamento intestinal. Também estimulam o crescimento das bifidobactérias, que evitam a proliferação de outras bactérias que tenham ação tóxica. Estão presentes na cebola, alho, tomate, banana, cevada, aveia e raiz de chicória. 7 – Probióticos: são as bifidobactérias e os lactobacilos, por exemplo, e atuam na regulação do sistema gastrointestinal. Reduzem os riscos de constipação e até do câncer de cólon. Podem ser encontrados em iogurtes e leites fermentados.

Leave a Reply